Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu, Lástima

Rastos de opiniões, histórias e desabafos de uma lástima ambulante.

Eu, Lástima

Rastos de opiniões, histórias e desabafos de uma lástima ambulante.

Diário de bordo de uma recém-arrendatária

27.11.22, Lástima
Buenos dias, Matosinhos! Ah pois, nunca esta expressão foi tão bem escrita aqui no blog. Quer dizer, na verdade continua ligeiramente errada porque não me mudei para Matosinhos mas sim para o Porto. Ficou lá perto. Pois bem, serve este texto para revelar algumas das experiências absurdas que tenho vivido na cidade Invicta - como não podia deixar de ser. Estou cá desde o início de setembro numa tentativa de conciliar o meu trabalho full-time com um mestrado full-time também, numa (...)

Viajante invicta

19.10.21, Lástima
Um dos motivos pelos quais acabei com os posts semanais no blog foi a falta de histórias para contar. A ideia inicial que tive quando criei este diário era partilhar as aventuras e desventuras de uma lástima com demasiado tempo livre, e a falta de momentos vividos estava a dar comigo em doida. Se, por um lado, estava a terminar o curso, por outro estava desempregada - uma realidade que já não me atormenta - e por outro ainda estava (e estamos) em plena pandemia, tudo fatores que me (...)

A volta à escrita em 365 dias

30.06.21, Lástima
Parabéns! A mim, a ti, a nós, a quem sobreviveu até à quinquagésima segunda semana consecutiva de textos no meu cantinho. Num ano tão atípico quanto 2020, nasceu este feto. Se o blog fosse um bebé, era agora que começava a falar (mais ou menos; na verdade não sei, mas pareceu-me a analogia mais adequada). E hoje, dando a sua primeira volta ao sol, achei giro inventariar as principais conclusões que tirei neste ano de vida. TER IDEIAS DÁ TRABALHO Ser idiota não é fácil. (...)

O mundo encantado da procrastinação

23.06.21, Lástima
Ahhh é tão bom é fazer coisas. Assim no geral. Espicaçar esta minha pequena massa cinzenta e tentar criar algo útil ou divertido com ela. Pelo menos é assim que se rege a maioria dos meus dias. Vivo no mundo das pressas e não é costume apreciar os momentos em que fico com nada por fazer. Sempre que posso, estou metida em 1001 coisas só mesmo para não estar parada. Não obstante, há dias em que uma pessoa acorda e apenas quer ser um vegetal no processo fotossintético. Atualme (...)

Amigos possíveis

16.06.21, Lástima
Amizades. Conhecidos como a família que escolhemos, os amigos são elementos insubstituíveis na nossa vida. Normalmente, são os motores das aventuras mais bizarras e memoráveis - especialmente se houver álcool incluído. Porém, sinto que a obtenção de novas e diferentes relações de amizade se vai estagnando com o passar do tempo. Se na creche bastava apenas dar uma tapa na cara de alguém e pumba, amizade para a vida, o passar do tempo impede esta interação tão clara e normativa. (...)